terça-feira, 29 de setembro de 2015

Setembro Potter - #BackToHogwarts


Como prometido no começo do mês, eu dediquei todo o mês de setembro ao bruxinho mais famoso e querido do mundo. Nos 26 dias que se passaram (dado que estou escrevendo isso no dia 26 de setembro), eu fiz uma mega maratona Harry Potter onde li os sete livros, assisti o oito filmes e de quebra - só porque eu sou apaixonada - vi os três musicais (se alguém quiser assistir pela primeira vez ou não sabia que eram três, vou deixar o link de cada um no final da postagem). Quarta-feira (23) quando estava prestes a terminar O Enigma do Príncipe, pedi para Nanda bolar umas perguntas sobre cada filme/livro para eu desenvolver aqui para vocês. Vamos as perguntas?

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

XVII BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO RIO | PARTE III


Primeiramente gostaria de pedir desculpas pelo atraso dessa postagem - alguns imprevistos acabaram surgindo e foi difícil encontrar tempo para escrevê-la até o fim. Porém, após algumas desventuras, hoje chega ao fim minha trilogia sobre a Bienal do Livro Rio. Foram, de fato, dias incríveis! Mas nada se compara ao dia 05/09, porque, naquele sábado, conheci Leigh Bardugo.

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Resenha | Para Todos os Garotos que Já Amei - Jenny Han

Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Resenha | Um Pressentimento Funesto - Agatha Christie

Envolver-se em tramas perigosas é uma especialidade do casal de aventureiros Tommy e Tuppence Beresford. Desta vez, durante uma visita a um asilo de senhoras, Tuppence vê um quadro que retrata uma casa que não lhe parece totalmente estranha. Lá, também conhece uma anciã que lhe fala de um menino morto escondido em uma chaminé. Pouco tempo depois, a velha senhora abandona o asilo sem dar qualquer explicação. Disposta a descobrir o paradeiro dela, Tuppence decide encontrar a casa misteriosa e acaba deparando-se com um assassino perverso.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Review: Buffy - The Vampire Slayer: 2ª Temporada


Eis que chegou o momento em que finalmente concluí a segunda temporada de Buffy - The Vampire Slayer. Não existem motivos suficientes que justifiquem essa demora (apenas, talvez, o aumento do número de episódios) porque, honestamente, me senti muito mais atraída pelo conteúdo do seriado após uma primeira temporada que, em parte, me decepcionou um pouco.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

XVII Bienal Internacional do Livro Rio | Parte II


Dando continuidade as postagens especiais a respeito do que aconteceu na Bienal do Livro Rio desse ano e as minhas desventuras no evento, hoje, como prometido, vou falar sobre os livros que adquiri. Ao todo, foram dezessete títulos, entre quadrinhos e livros, os quais irei separar por estandes.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

TAG | 10 Perguntas


Enquanto não vou respondendo TAGs exclusivamente literárias, vou me deparando cada dia mais com esse estilo de TAG; mais pessoal, digamos assim. Essa daqui, que consiste em 10 perguntas a respeito da vida na blogosfera, encontrei no Corujas na Prateleira e pensei que seria uma boa para aparecer por aqui. Espero que gostem :) 

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

XVII Bienal Internacional do Livro Rio | Parte I


Como a blogosfera, especialmente sua ramificação literária, já sabe, ontem chegou ao fim a décima sétima edição da Bienal Internacional do Livro. Durante dez dias a fio, estivemos imersos na loucura que é esse evento, aguardado durante meses, e que agora chegou ao fim. Então é hora de falar a respeito de tudo o que aconteceu por lá (nos dias em que estive presente, é claro).

sábado, 12 de setembro de 2015

Resenha | Filme Noturno - Marisha Pessl

Em uma noite fria de outono, Ashley Cordova é encontrada morta em um armazém abandonado em Manhattan. Embora a polícia suspeite de suicídio, o jornalista Scott McGrath acredita que exista algo mais por trás dessa história. Seu interesse pelo caso não é gratuito: Ashley é filha do famoso e recluso diretor de filmes de terror Stanislas Cordova, um homem que não é visto em público há mais de trinta anos e que, no passado, teve um papel trágico na vida de McGrath. 
Impulsionado por vingança, curiosidade e necessidade de descobrir a verdade, o jornalista é atraído para o horripilante e hipnótico mundo de Stanislas. Da última vez que chegou perto do cineasta, McGrath perdeu o casamento e a carreira. Dessa vez, pode acabar perdendo muito mais.

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Review | Simplesmente Acontece

Os jovens britânicos Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin) são amigos inseparáveis desde a infância, experimentando juntos as dificuldades amorosas, familiares e escolares. Embora exista uma atração entre eles, os dois mantêm a amizade acima de tudo. Um dia, Alex decide aceitar um convite para estudar medicina em Harvard, nos Estados Unidos. A distância entre eles faz com que nasçam os primeiros segredos, enquanto cada um encontra outros namorados e namoradas. Mas o destino continua atraindo Rosie e Alex um ao outro.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Resenha | Wake - Lisa McMann

Para Janie, uma garota de 17 anos, ser sugada para dentro dos sonhos de outras pessoas está se tornando normal.
Janie não pode contar a ninguém sobre o que acontece com ela - eles nunca acreditariam, ou pior, achariam que é uma aberração. Então, ela vive no limite, amaldiçoada com uma habilidade que não quer e não pode controlar.
Mas, de repente, Janie acaba presa dentro de um pesadelo horrível, que lhe causa um imenso terror. Pela primeira vez, ela deixa de ser expectadora e se torna uma participante...



terça-feira, 8 de setembro de 2015

Resenha | Sobre Meninos e Lobos - Dennis Lehane

Como se fossem arrastados pelas águas turvas do rio Mystic, três amigos se vêem conduzidos de volta ao passado. No mesmo cenário em brincavam quando garotos, Dave, Jimmy e Sean se reencontram e percebem estar frente a uma encruzilhada que parece conduzir a um destino trágico.
Vinte e cinco anos depois do seqüestro de Dave, ocorrido nas mesmas imediações dos Flats e do Point - dois bairros violentos da zona sul de Boston -, a bela filha de dezenove anos de Jimmy morre assassinada.
Dor e violência arrastam o leitor numa trama em que as perspectivas de vida e de realização não ultrapassam os sufocantes limites de dois bairros historicamente construídos em torno do crime.

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Resenha | O Discurso "Faça Boa Arte", de Neil Gaiman

Em maio de 2012 o autor best-seller Neil Gaiman subiu ao palco da University of the Arts na Filadélfia para fazer um discurso de formatura. Durante dezenove minutos ele dividiu com os formandos suas ideias sobre criatividade, bravura e força, encorajando os novos pintores, músicos, escritores e sonhadores a quebrar as regras, pensar de forma inovadora e, acima de tudo, fazer boa arte. O discurso virou um livro, idealizado pelo renomado designer gráfico Chip Kidd, que contém o texto inspirador de Gaiman na íntegra. Seja para um jovem artista no início de sua jornada criativa, ou como sinal de gratidão para um mestre a quem se admira, ou para você mesmo, essa obra é o presente ideal para quem dá tudo de si a fim de fazer bem-feito o que faz.Três vezes. Foi o número de vezes que li o fantástico discurso Faça Boa Arte de Neil Gaiman; palavras incríveis, frases inspiradoras e lições que vão direto ao ponto - tão fortes como um verdadeiro tapa. O livro, publicado no Brasil através da Editora Intrínseca, procura apenas transcrever aquilo que foi dito por Gaiman em 2012 ao lado do design gráfico idealizado por Chip Kidd.

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Review | Descendentes (Disney)


No dia 31 de Julho estreou nos Estados Unidos um dos filmes da Disney mais aguardados do ano. Estrelado por Dove Cameron, Booboo Stewarts, Sofia Carson e Cameron Boyce como os filhos dos vilões mais conhecidos dos contos de fadas, Descendentes foi assistido por 6,6 Milhões de pessoas em sua estreia e já tomou o lugar de filme de TV com maior audiência do ano. O filme também marca a volta - triunfante - de Kenny Ortega aos musicais da Disney.


quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Meta de Leitura | Setembro


Como estamos sempre apostando em novos segmentos por aqui, Amanda e eu resolvemos que seria interessante compartilhar com vocês nossas metas de leitura do mês. Assim, podemos ficar sabendo o que vocês acharam a respeito dos livros (sem spoilers, é claro) caso já tenham lido e também adiantar o que podem esperar de resenhas ao longo das semanas seguintes. 

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Resenha | Ligações - Rainbow Rowell

Georgie McCool sabe que seu casamento está estagnado. Tem sido assim por um bom tempo. Ela ainda ama seu marido, Neal, e ele também a ama, profundamente – mas o relacionamento entre eles parece estar em segundo plano a essa altura.Talvez sempre esteve em segundo plano.
Dois dias antes da tão planejada viagem para passar o Natal com a família do marido em Omaha, Georgie diz a ele que não poderá ir, por conta de uma proposta de trabalho irrecusável. Ela sabia que ele ficaria chateado – Neal está sempre um pouco chateado com Georgie –, mas não a ponto de fazer as malas e viajar sozinho com as crianças. Então, quando Neal e as filhas partem para o aeroporto, ela começa a se perguntar se finalmente conseguiu. Se finalmente arruinou tudo.Mas Georgie estava prestes a descobrir algo inacreditável: uma maneira de se comunicar com Neal no passado. Não se trata de uma viagem no tempo, não exatamente, mas ela sente como se isso fosse uma oportunidade única para consertar o seu casamento – antes mesmo de acontecer…
Será que é isso mesmo o que ela deve fazer?
Ou ambos estariam melhor se o seu casamento jamais tivesse acontecido?